"Song For Someone" 360 Version

Anúncios

terça-feira, 13 de junho de 2017

A mulher Navajo da performance de "One Tree Hill" na 'The Joshua Tree Tour 2017'


Do site @U2 (www.atu2.com)

"Seleção de visuais para turnê de uma icônica banda vencedora do Grammy", dizia o comunicado. "Rostos interessantes e reais - a espinha dorsal da América". E no topo da lista de rostos desejados estava "Nativos americanos e idosos".
Essa chamada para uma seleção às cegas foi o começo da viagem emocional de Pamela J. Peters para um papel no vídeo mostrado no telão em "One Tree Hill" nos shows do U2 na 'The Joshua Tree Tour 2017'.
No vídeo, filmado por Anton Corbijn, ela aparece com o amigo e companheiro, o ator indígena Monty Bass. A aparição dos dois é quando Bono canta a parte "Oh great ocean, oh great sea". Peters e Bass estão vestidos com traje tribal enquanto estão de pé no lado esquerdo da tela, com uma bela paisagem do deserto e uma lua avermelhada atrás deles.
Peters, uma documentarista e fotógrafa indígena, cresceu na reserva Navajo no Arizona e mudou-se para Los Angeles quando tinha 17 anos. Ela está trabalhando em um projeto multimídia, Legacy Of Exiled NDNZ, sobre a história dos índios americanos que vivem em Los Angeles.
Peters, que mora no centro de Los Angeles, disse que estava acostumada a trabalhar atrás da câmera e não planejava fazer uma audição para o vídeo. Ela também faz seleção para atores americanos indianos em Los Angeles e entrou em contato com o coordenador de seleção para o vídeo da banda não divulgada, quando viu o aviso on-line.
Ela contou que o coordenador lhe disse que ainda não tinham índios americanos suficientes para a filmagem e perguntou se ela era nativa americana. Após uma exibição do vídeo, Peters disse, "o diretor gostou de mim, e eles me pediram para fazer parte disso".
Embora a banda "icônica" era para ser um mistério, Peters deduziu a conexão U2. "Quando descobri que o diretor era Anton Corbijn, olhei para o rolo do filme, e imaginei que aquilo era provavelmente um vídeo para o U2", disse ela.
Peters, uma fã da banda, ficou emocionada. Quando adolescente na década de 1980, ela tinha o álbum original de 'The Joshua Tree' (em cassete). Ela ainda continua ouvindo "With Or Without You" porque a música foi tocada no funeral de um amigo do ensino médio que morreu em um acidente de carro.
A letra e o vídeo para "One Tree Hill" agora assumiram um semelhante significado emocional para Peters.
"One Tree Hill" foi escrita em memória de Greg Carroll, da Nova Zelândia, um querido amigo e funcionário do U2, que foi morto em um acidente de trânsito em Dublin, em 1986. Até agora, durante a 'The Joshua Tree Tour 2017', a música foi dedicada também ao cantor Chris Cornell, que morreu em 18 de maio, e as vítimas do recente bombardeio em um show em Manchester, na Inglaterra.
"Quando eu aprendi um pouco mais sobre a música quando o vídeo foi lançado, também parecia perfeito para a minha situação", disse Peters.
Entre a audição e a gravação de "One Tree Hill" em abril, disse Peters, sua irmã mais velha morreu de câncer aos 54 anos na reserva Navajo, onde cresceram. Peters estava com ela quando faleceu.
Na época, ela temia que uma tradição Navajo a faria ter de sair do vídeo que seria lançado.
"Temos o costume de cortar o cabelo quando um ente querido em nossa família morre", explicou Peters. "Eu fiz o teste com o cabelo comprido. Quando voltei para a gravação do vídeo, eu disse: "Não sei se você vai me considerar agora porque eu cortei o meu cabelo". A equipe ainda a queria.
A gravação do vídeo, disse Peters, ocorreu no início de abril em Lancaster, Califórnia, uma cidade do deserto a cerca de 70 quilômetros ao norte de Los Angeles. Como o Parque Nacional do Vale da Morte (muito perto do local mostrado nas fotos de 'The Joshua Tree'), Lancaster está no deserto de Mojave, mas no seu extremo ocidental, a 218 milhas a sudoeste do Vale da Morte.
Cerca de 40 pessoas estavam na gravação, disse Peters, mas foram informados de que todos poderiam nem fazer parte da versão final do vídeo.
Peters disse que ela e Bass, um amigo e ator indiano americano que conhece há muito tempo, "ficaram juntos e eles nos colocaram juntos".
Eles ficaram no set por volta de 14 horas, com Corbijn filmando ele pela tarde e de noite quando o sol foi embora.
E foi isso. Peters não sabia que ela realmente entraria no vídeo, até que os amigos no show do U2 de Seattle a reconhecessem no telão e lhe enviaram uma foto perguntando: "Só eu que vi você?"
Quando ela aprendeu mais sobre a história por trás de "One Tree Hill", Peters disse: "Eu disse às pessoas que, de certo modo, minha participação neste vídeo era uma homenagem à vida da minha irmã também".
Peters disse que pensou que o U2 queria o vídeo para "prestar homenagem ao amigo e chamar a atenção para os povos indígenas das Américas e em todo o mundo. Eu adoraria que eles soubessem que eu também tenho um apego emocional à música".

"Eu verei você novamente quando as estrelas caírem do céu
E a lua tornou-se vermelha sobre One Tree Hill"

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...