Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

terça-feira, 31 de maio de 2011

Boom cha, boom cha, Discothèque!

A canção 'Discothèque' foi escolhida para ser o primeiro single do álbum POP e a mixagem da música durou dias. A banda não conseguia fazer um mix final da canção e sabiam que havia alguma coisa errada com isso. Ela foi masterizada em Nova York e Howie B, o produtor, adicionou alguns efeitos na faixa enquanto Edge gravava backing vocais extras na sala de controle sobre a mixagem de outra faixa do álbum POP, ‘The Playboy Mansion’. Edge comentou que tudo ficou completamente inaudível.
Em dezembro de 1996, o U2 foi até o Pinewood Studios em Londres para a gravação do videoclipe de 'Discothèque'.
O diretor escolhido foi o francês Stéphane Sednaoui, e o video teve produção de Ellen Jacobson e edição de Veronique Lebars e Richard Orrick.

EDGE: Nós fizemos o clipe de 'Discothèque' vestidos de Village People. Isso foi uma piada. Eu tive uma certa preocupação porque algumas vezes esse tipo de brincadeira pode ter alguma retaliação. Eu acho que nós nos livramos disso, mas esse foi outro ponto de partida entre a banda e alguns fãs norte-americanos. Eu acho que quando você é um fã de rock com dezessete anos de idade do meio oeste, mas simplesmente não quer ver a sua banda favorita atuando como um dançarino de disco. Eu gosto de pensar que nós estávamos perigosamente fora de controle. É um grande vídeo, e já foi copiado várias vezes depois disso.

BONO: Foi difícil conseguir fazer o Larry se transformar num integrante do Village People. Mas ele está confortável com o seu status de ícone gay e quase pronto para dar risadas sobre tudo isso. A ênfase é no ‘quase’.

A última aparição ao vivo de 'Do You Feel Loved’

Edge: ‘Do You Feel Loved’ foi uma grande idéia que nunca se tornou uma grande idéia.

Bono: Nós queríamos fazer uma música sexy, agradável. E nós quase conseguimos. A voz sussurrada no verso não decola. Foi feita com uma linha de baixo líquida que carrega em si as suas particularidades.

Edge: Levamos até quase a metade da turnê Popmart para descobrir como iríamos montar o show. Mas quando conseguimos foi realmente incrível. Nós reorganizamos muitas músicas. Excluímos ‘Do You Feel Loved’ muito cedo.

Foi em Tempe, Arizona, nos EUA em maio de 1997 a última das 8 performances ao vivo até hoje de 'Do You Feel Loved', canção do álbum POP.
O show que marcou a última aparição da canção ao vivo foi pela Popmart Tour, no Sun Devil Stadium.
Diferentemente da noite de estreia em Las Vegas, em que o U2 não conseguiu se acertar na música, neste show em Tempe a execução foi excelente, muito próxima à versão de estúdio. Bono inseriu um trecho de 'Into The Groove', da Madonna.

A Estação Zoo

Bono, no livro U2 BY U2 comenta: "Uma das coisas fascinantes de Berlim é ter um jardim zoológico no meio da cidade. Foi bombardeado durante a guerra e consta que no dia seguinte, enquanto as pessoas percorriam os fragmentos de suas vidas, havia girafas, leões e elefantes andando sobre os escombros. Essa história ficou gravada na minha cabeça. Havia uma estação de metrô chamada Estação do Jardim Zoológico (Bahnhof Zoologischer Garten), porque o metrô parava lá.
E a linha do metrô que parava lá se chamava U2. Podemos vê-lo por todo lado em Berlim."
A linha de metrô U2 é uma das nove linhas da U-Bahn de Berlim.
Foi inaugurada em 1902 e circula entre as estações de Pankow e Ruhleben. Tem ao todo 29 estações.
Liga os centros da Berlim leste e oeste, justapondo seus pontos turísticos, lojas de departamento e barracas de salsicha, e passando pela Potsdamer Platz, novo ponto de unificação da cidade. Em seu trecho central – parte mais velha da Berlin U-Bahn (rede de transportes da cidade) – estão algumas das estações mais bonitas. Começa no Zoologischer Garten, mais conhecido como ‘Bahnhof Zoo’ ou ‘Zoo Station’, que foi de onde o U2 (a banda) retirou o nome da canção do álbum 'Achtung Baby'.
Entre a Bülowstrasse e a Gleisdreieck, é possível ter uma visão panorâmica da pós-moderna Potsdamer Platz.
O U2 (a banda) gravou ‘Achtung Baby’ – assim como Bowie gravou ‘Heroes’ – no Hansa Studios, Köthener Strasse 38, a um quarteirão da estação Mendelssohn-Bartholdy-Park. O Meistersaal, uma pequena casa de concertos de câmara, está agora onde funcionava o estúdio.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Divulgadas as faixas do CD 'Spider-Man: Turn Off The Dark'

Será lançado em 14 de junho pela Interscope Records, o CD com a trilha sonora do musical 'Spider-Man: Turn Off The Dark' - Original Cast Recording, no mesmo dia da estreia oficial do espetáculo em Nova York.
O álbum traz 14 canções com performances do elenco do musical. O disco contou com a colaboração de Steve Lillywhite e as canções foram escritas por Bono e The Edge.

Faixas:
1. NY Debut (Instrumental)
2. Boy Falls From the Sky
3. Rise Above 1 - Reeve Carney Featuring Bono And The Edge
4. Picture This
5. I Just Can't Walk Away (Say It Now)
6. Bouncing Off the Walls
7. Pull the Trigger
8. No More
9. DIY World
10. If The World Should End
11. Sinistereo
12. A Freak Like Me Needs Company
13. Rise Above 2
14. Turn Off the Dark

Link do álbum no Amazon: http://www.amazon.com/Spider-Man-Turn-Original-Cast-Recording/dp/B0042X90N4

Na turnê 'Unforgettable Fire', o U2 entrava no palco ao som de '4th Of July'

Embora nunca tenha sido tocada ao vivo, a canção instrumental '4th Of July' foi usada como música de introdução antes de diversos shows do U2 na turnê 'Unforgettable Fire'. Ele era tocada no sistema de som enquanto a banda entrava no palco.
Esta faixa instrumental lançada em 1984 no álbum 'The Unforgettable Fire' surgiu de um momento de inspiração de Brian Eno.
Ao final de um sessão de estúdio, Eno observava Adam improvisar uns acordes de baixo, e Eno começou a gravar isso. The Edge pegou a guitarra e se juntou à Adam nesta improvisação, sem saberem que tudo isto estava sendo gravado pelo produtor.
Em seguida, Eno adicionou um tratamento nesta gravação e fez a transferência para uma fita master de 2 pistas (2-Tracks). E assim a canção estava pronta, sem a possibilidade de acontecer qualquer overdub adicional.
O título da canção não é uma homenagem à histórica data, mas sim uma comemoração ao nascimento da filha de Edge, Hollie.

U2 celebra os 50 anos da Anistia Internacional em show pela turnê 360° em Winnipeg, Canadá

O U2 voltou a tocar em Winnipeg, Canadá, 14 anos depois de uma apresentação por lá pela Popmart Tour.
Antes de apresentarem mais um show pela turnê 360°, a banda esteve no Teatro Burton Cummings, filmando um documentário sobre 'Achtung Baby' com o diretor Davis Guggenheim (com quem The Edge trabalhou em 'À Todo Volume'), além de ensaiarem algumas canções do álbum lançado em 1991.
Algumas pessoas na frente do teatro protestaram pelo U2 possivelmente não ter recrutado pessoas da cidade para fazerem parte da equipe de organização do show. A faixa vista do lado de fora do local tinha os dizeres: 'Sunday Bloody Sunday-Edge & Bono Union Busters'.

A banda também realizou no Canad Inns Stadium, uma passagem de som onde eles ensaiaram outra versão remixada de Magnificent, diferente ainda da que eles vem tocando nesta última parte da turnê.
No intervalo entre o fim do show da banda de abertura The Fray e o início do show do U2, muitos fãs notaram que alguns dos fatos locais mostrados no telão tinham erros: Winnipeg foi escrito "Winipeg", e a província de Manitoba foi chamada de estado. Bono mais tarde se divertiu com os erros, gritando "É Winnipeg com dois N's" durante Even Better Than The Real Thing.
O setlist não trouxe surpresa nenhuma.
Antes de tocarem Stay (Faraway, So Close!), Bono comentou que a canção começou a ser criada há 20 anos atrás em Berlin, nas gravações de 'Achtung Baby', mas que ela acabou entrando apenas em 'Zooropa', em 1993. Então ele disse que a canção se chamava 'Sinatra', e fez uma homenagem à Frank.

Bono celebrou os 50 anos da Anistia Internacional: "Hoje é o 50 º aniversário da Anistia Internacional. Cinqüenta anos atrás a Anistia foi formada por dois estudantes portugueses que foram presos por sete anos por levantarem um brinde à liberdade ... por isso em sua homenagem - esta noite nós levantamos um brinde à liberdade e poderão se juntar a nós para cantar parabéns para a Anistia Internacional".
Então 50000 pessoas cantaram junto com Bono o 'Parabéns A Você'.
Por vídeo, Aung San Suu Kyi deixou sua mensagem: "Nós não somos espectadores em nossa própria história, cada um de nós escreve uma história que é contada ... Eu vejo isso através do seu apoio para a Birmânia, para a Anistia Internacional. Sempre que os direitos humanos básicos são negados ou necessidades humanas básicas não forem atendidas, a luta pode ser difícil, leva tempo ... mas se nós exigimos isso, a mudança virá."
Pela segunda vez na turnê toda, Moment Of Surrender não fez parte do set do show. E como aconteceu na vez anterior, 'With Or Without You' fechou a apresentação.

domingo, 29 de maio de 2011

Senhoras e senhores, com vocês..... Flying Tigers? The Blazers?

Após o U2 fazer uma audição para a RTE no fim da década de 70, ainda com o nome The Hype, a banda deixou de gostar deste nome e foram conversar com Steve Averill, para ele sugerir alguns nomes.
A banda comentou sobre isso na biografia U2 BY U2:

Edge: Nós admirávamos o Steve Averill, porque fazia parte do Radiators From Space, e depois descobrimos que também era um fantástico artista comercial. Nos deu uma lista de seis nomes possíveis, para ser franco, não gostamos de nenhum.

Bono: Alguns dos nomes eram muito arrojados para mim naquele tempo e continuaram sendo. ‘Flying Tigers’ era um deles. ‘The Blazers’. Oh dear, oh dear...O que seria do rock'n'roll sem trocadilhos? Só a bem pouco tempo é que percebi que The Beatles era um trocadilho. Nunca tinha reparado. Os considerava tão fabulosos, que nunca tinha me ocorrido que fossem alegres apreciadores de jogos de palavras.

Adam: U2 surgiu naturalmente, do nome do avião espião, do qual eu tinha ouvido falar, pois a minha família esteve ligada a aviação. Não sei se os outros fizeram a mesma associação de idéia. Não era um nome obvio, não enchia os olhos. Era o que gerava menos desentendimentos.

Edge: Era o melhor entre os piores. Pensamos naquele nome durante alguns dias e dissemos: “Bem, sempre é melhor que Hype. Por que não experimentamos durante algum tempo?” E escolhemos o nome U2.

sábado, 28 de maio de 2011

DAT2 - 20° Aniversário: The Achtung Baby Working Tapes

BONO: "A única coisa que chateia é se as pessoas estão
ganhando muito dinheiro por algo que não é muito bom. As fitas de trabalho do 'Achtung Baby' foram pirateadas em Berlim e isso é como alguém ler o seu notebook. Isso não me agrada."
DAT 2:

01. Morning Child / Don't Turn Around {DAT2 TAKE03} [5:33]

Esta canção é uma demo antiga de 'Who's Gonna Ride Your Wild Horses', já com a base de violão, guitarra, baixo e bateria gravadas. Bono canta na letra "sweet morning child" algumas vezes, e depois, canta "don't turn around" para a mesma melodia. Bono diz para Edge aos 4:17: "Diga 'don't turn around' repetidamente". E The Edge cria os backing vocais logo em seguida. Há um corte no áudio durante cerca de um segundo à 4:48. Quando o áudio retorna, Bono diz: "Tente não fazer isso". No final do take Bono pergunta "se encaixa bem?", e alguém responde: "Sim, isso era realmente perfeito."
Bono durante a letra: "Eu não sei muitas palavras" "É esse o refrão?" "É o verso de novo?" "Este é o refrão, yeah ..." "Cante 'don't turn around' então eu posso continuar cantando".

02. Morning Child / Don't Turn Around {DAT2 TAKE04} [3:57]
Mais um take da canção que mais tarde se tornaria 'Who's Gonna Ride Your Wild Horses'. Aqui, o violão acústico passa a se destacar mais.
A parte instrumental já está bem parecida com a gravação final. Bono continua improvisando a letra.
Destaque para a finalização do take.

03. Morning Child / Don't Turn Around {DAT2 TAKE05} [5:02]
Mais um take para a evolução de 'Who's Gonna Ride Your Wild Horses'. Aqui, a introdução é bem diferente dos outros takes.
Bono vai alternando o tom vocal na gravação e a letra mostra um amadurecimento das ideias: "I've been down there." "Don't you turn around, don't turn around." "Oh, in your eyes an angel dies Love in the shadows and in December rain" "Oh, don't say goodbye, don't say goodbye..."

04. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [3:46]
Overdub é a técnica de gravação que consiste em adicionar novos sons a uma gravação já anteriormente realizada. Desta maneira, a gravação da voz de um cantor pode ser multiplicada de forma a parecer a gravação de mais de uma pessoa. O mesmo pode ser feito com qualquer instrumento.
Neste take o que Bono faz é isso. Ele faz um overdub de sua voz no estúdio.
Bono canta no refrão os trechos "deep in the houses of love" e "got to get together".

05. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [1:14]
Overdub da guitarra de Edge, com alguns cortes no DAT.

06. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [1:25]
07. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [4:47]
08. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [1:31]
09. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [0:56]
10. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [1:02]
11. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [1:47]
Estes takes todos trazem mais overdubs de guitarra de Edge.

12. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [6:05]

Neste take, mais overdub de guitarra de Edge, mas a abordagem agora é diferente. Edge testa novas possibilidades para a sonoridade de seu instrumento.

13. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [5:55]
Este take destaca o potente som de baixo de Adam Clayton que domina a canção no primeiro minuto. Edge inicia seu overdub após o minuto inicial. Bono também faz overdub aqui.

14. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [1:58]
15. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [0:29]
16. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [2:35]
17. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [3:56]
18. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [4:44]
19. Salomé (Overdubs) {DAT3 TAKE08-TAKE12} [2:24]
Todos estes takes trazem mais overdubs de guitarra e voz.

20. She's Gonna Turn Your Head Around {DAT2 TAKE11} [7:31]

Para entender sobre esta canção, vamos voltar lá em 1987: duas canções foram gravadas por Bono e Edge em uma sessão de ensaio acústica na praia de Long Island para o produtor Jimmy Iovine. Foram registradas para o filme 'Rattle And Hum', mas acabaram sendo cortadas da edição final do filme a só apareceram nos 'outtakes' em vídeo que vazou depois. Uma delas ganhou o título não oficial de ‘She's Gonna Blow Your House Down’. A canção não fez parte do álbum ‘Rattle And Hum’.
Nas sessões de gravação no Hansa em 1990, o U2 novamente voltou a trabalhar nesta faixa com o título de ‘She's Gonna Turn Your Head Around’, que infelizmente ainda permanece inédita.
Neste take, eles pegaram a melodia da versão antiga e adaptaram ela (que era apenas acústica) em algo mais encorpado com baixo, guitarra e bateria.
Bono modificou toda a letra, e canta de uma maneira mais pesada, com gritos, deixando o take mais agressivo e muito interessante.
No refrão, Bono e Edge cantam a frase ‘wake up dead man’. Foi aí que a banda começou a trabalhar em uma canção chamada ‘Wake Up Dead Man’, que não foi terminada para ‘Achtung Baby’, voltou a ser retrabalhada nas sessões de ‘Zooropa’ em 1993 e também não foi finalizada. Isso só aconteceu em 1997, quando a canção finalmente foi remodelada e incluída em ‘POP’.

21. Take Today {DAT2 TAKE12} [6:09]

Esta canção demo intitulada ‘Take Today’, que começou a ser trabalhada no estúdio Hansa em 1990, só seria aproveitada 7 anos depois. Ela foi retrabalhada com diversos elementos eletrônicos e sua base instrumental se tornou a melodia da canção ‘North And South Of The River’ (Lado B do single de ‘Staring At The Sun’, de 1997).
O U2 planejava um grande momento para esta música. O dueto entre Bono e Edge no take é fantástico.
Em determinado trecho, ouve-se Bono dizendo: "Você está no ar ... Ok, aqui vamos nós ...".
The Edge no refrão canta repetidas vezes ‘walk on by’.

Lizzy: de 'renegada' pelo U2, à capa da revista Playboy

Se você já olhou minuciosamente o encarte do álbum "All That You Can't Leave Behind" do U2, lançado em 2000, deve ter percebido que lá tem um agradecimento especial para Mick Jagger e sua filha Elizabeth. Ambos visitaram o U2 em Dublin durante a gravação do álbum, e registraram backing vocais para um take da canção 'Stuck In A Moment', versão esta que não foi aproveitada e não entrou no álbum. Mas uma cópia do mix foi enviado para Jagger e Lizzy.
Naquela época, Elizabeth com 15 anos de idade, já fazia backing vocais em alguns shows da turnê mundial do Rolling Stones.
Mais tarde, The Edge foi abordado sobre este fato em uma entrevista:

Sabe-se que há uma outra versão da música 'Stuck In A Moment', com o Mick Jagger e a filha dele cantando de fundo.

Sim, certo dia eles apareceram no estúdio e, é claro que nós pedimos que eles nos dessem uma palhinha. Nós fizemos uma mixagem com a voz dos dois, mas o estilo da música partiu para uma outra direção e então ela não pareceu adequada.

Foi uma decisão difícil deixar o Mick na sala de espera?

Não, para ser honesto, eu não acredito que ele pretendia participar da gravação. Eu acho que seria errado de nossa parte colocá-lo na gravação, porque seu estilo de cantar não se encaixou em nosso trabalho. Isso foi uma brincadeira. Mas temos que agradecer eles dois pela generosidade, que vieram até nós e nos deu uma opinião sobre como achavam que estavamos indo.
===========================================
PRECIOUS STONE
Elizabeth Scarlett Jagger, ou Lizzy, foi a capa da edição de junho deste ano da revista Playboy americana. Vestindo apenas um lençol, ela aparece sob o título um tanto decadente: “Satisfaction: Lizzy Jagger – Entre os lençóis com a filha de Mick.”
Lizzy, que é modelo e tem 26 anos, é a filha mais velha do cantor e da modelo Jerry Hall. Ela estreou como modelo aos 16 anos, desfilando para uma grife francesa.
Ela já havia sido convidada para posar para a Playboy com 20 anos, mas Mick Jagger proibiu.
Em uma publicação sobre ela no Daily Mail, escreveram: "Ela é metade modelo, metade realeza do rock'n rol e 100% quente".

sexta-feira, 27 de maio de 2011

A noite em que o Black Eyed Peas teve a chance de ver o mundo pelo ponto de vista do U2

No Rose Bowl, em Pasadena, California, em outubro de 2009, o Black Eyed Peas teve a chance de ver o mundo pelo ponto de vista do U2.
E o grupo pop apreciou a vista.
A performance da banda utilizando o palco e o telão do U2, teve a presença especial do guitarrista Slash, na canção 'Sweet Child O Mine', um clássico da sua antiga banda, o Guns N Roses.

Inspirados em parte pela banda irlandesa liderada por Bono, o B.E.P fez uma turnê maçica de 100 shows ao redor do mundo saudando os seus fãs com um show elaborado com iluminação, efeitos especiais, inúmeras mudanças de roupas e novidades espetaculares.

O lema do grupo: “Pense grande, seja grande.”
“Como você chega ao nível U2? Nós estamos tentando isso agora”, disse na época Will.i.am, o líder do grupo de hip-hop. “Nós chegamos até aqui - nós sobrevivermos. A maioria das pessoas que foram nossos colegas, se foram no caminho. Na indústria da música há uma depressão, há uma seca. E nós temos que provar que podemos sobreviver e liderar o caminho, mesmo neste clima. E a única maneira de ir agora é indo para um nível acima, do U2.”
Foi em um ensaio para o American Music Awards em 22 de novembro de 2009, que Will.i.am, Fergie, Taboo e Apl.de.ap sentaram-se para falar sobre a turnê e por que o show no Rose Bowl acabou sendo um momento de definição para a banda.

“Lá só tinha público da nossa cidade, o que significou muito para nós”, disse apl.de.ap, observando que todos os quatro Peas cresceram em Los Angeles. Mas o que o Peas viram do U2 nos bastidores significou ainda mais. “Eles conseguiram ficar amigos”, Taboo disse, “todos estes anos e com tudo o que o sucesso e o negócio trás, eles superaram todos estes obstáculos juntos”.
Durante o show do U2 no Rose Bowl, antes de apresentar a banda, Bono agradeceu ao Black Eyed Peas e aos 5 continentes presentes no YouTube, que estavam acompanhando o show em seus computadores.

Rise Above 1

Music From SpiderMan Turn Off The Dark será lançado em 14 de junho pela Interscope Records. Com 14 novas canções co-escritas por Bono e The Edge para esta produção da Broadway, o álbum foi produzido por Steve Lillywhite, o produtor de longa data do U2. As músicas são executadas pelo elenco, incluindo Reeve Carney no papel de Peter Parker / Homem-Aranha, Jennifer Damiano no papel de Mary Jane, TV Carpio como Aracne e Patrick Page como o Duende Verde, com contribuições de Bono e The Edge e música realizada mediante a apresentação de uma orquestra de vinte integrantes. A data de lançamento coincide com a noite de abertura (14 de junho) do show da Broadway.
Carney é o líder (nos vocais e guitarra). Seus colegas de banda, Zane Carney (guitarra), Jon Epcar (bateria), e Aiden Moore (baixo), tocam com a orquestra da Broadway em Turn Off The Dark.
O primeiro single do álbum foi lançado digitalmente no Itunes, com a canção "Rise Above 1", que conta com a participação de Bono nos vocais e Edge na guitarra. O trabalho desta faixa ficou por conta do produtor musical de hip-hop Alex Da Kid.
Meses atrás, o elenco de 'Spider-Man: Turn Off The Dark' apresentou no programa 'The Late Show with David Letterman', pela primeira vez a música 'Rise Above' (sem o número 1 no título), que foi interpretada por Reeve Carney, Jennifer Damiano e T.V. Carpio.
Agora, a canção voltou a ser apresentada na final do programa 'American Idol', desta vez interpretada por Reeve Carney, Bono e The Edge.

A letra da canção:

And you said rise above
Open your eyes up
And you said rise above
I can’t
I can’t

How long will it take
Before these feelings
Go away
How much longer must I wait
And not get any real answers
Anyway

Your silence in a crowded room
Louder than the loudest tune
I hang on every word

And you said rise above
Open your eyes up
And you said rise above
I can’t
I can’t

I miss you in everything
I was too fast travelling
To take you in
I know that silence is no crime
Just wish I could hear you fill it up
One more time

I know what you’d say to me
Exactly what you said to me
Still hang on every word

And you said rise above
Open your eyes up
And you said rise above
Yourself

In a time of treason
Is there time for trust
Where there’s no them
Only us
Is there time for reason
Has your heart had enough
Is it time to let go
And rise above

And you said rise above
Open your eyes up
And you said rise above
Yourself

Bono e seu 'Hotel De Um Milhão De Dólares'

Bono: Um dia, durante o tempo livre enquanto fazíamos o Rattle And Hum, eu e o Edge subimos até ao topo do Million Dollar Hotel, que ficava perto do nosso clube preferido no centro de LA.
Estávamos nós no topo de um edifício gigantesco e o Edge lembrou-se que, se fosse preciso, conseguia saltar de um telhado para o outro. E ele já estava muito perto da beira para o meu gosto. Foi aí que me surgiu a idéia.
Ao passar tanto tempo nesta cidade da imaginação, fiquei contagiado pelo vírus dos filmes. Numa festa em Hollywood Hills, conheci um roteirista chamado Nicholas Klein. Ele me disse: “Você tem alguma estória?” E eu disse: “Não. Mas tenho uma excelente cena de abertura: um cara tentando saltar do telhado de um edifício para o outro.” E ele disse: “Bem, e eu tenho a frase perfeita pra você.” E eu perguntei: “Qual?” E ele diz: “Depois de ter saltado, lembrei-me...”
Escrevi então a história com o Nicholas Klein e, mais de dez anos depois, Wim Wenders converteu-a num filme. Era uma história sobre o amor incondicional. É sério, era só isso. Era sobre uma garota muito bonita que nunca tinha sido verdadeiramente amada, porque a beleza dela lhe trazia azar e injúrias. Até que conheceu um rapaz muito bonito e simples que gostava da nossa heroína, a Eloise. No final do filme, ele descobre que ela também gostava dele. Era também um policial, onde o narrador era o assassino, o que nós achávamos ser muito inteligente. Acho que nunca ninguém tinha experimentado isso. Além disso, foi também um filme apressado. Podem então perceber o que eu quero dizer quando afirmo que teríamos precisado de mais de 34 dias para filmá-lo.

Não estava muitas vezes presente no cenário, mas adorava fazer a trilha sonora do filme. Foi produzida pelo Hal Wilner, que é um tesouro nacional americano e um amigo antigo do U2. É um arquivista e um ativista sonoro e preparou o Million Dollar Hotel com talentos incríveis como Brad Mehldau, provavelmente o melhor pianista de jazz do mundo, Bill Frisel, o grande guitarrista vanguardista e John Hassell, um dos melhores trompetistas de jazz. Sinto sempre que só tenho uma perna quando não estou no estúdio com o U2 e me apoio sempre mais no Edge. Sem o Daniel Lanois, que eu convenci a escrever comigo, ia ter me metido num grande problema. E sem o Hal para pilotar a nave espacial, acho que não teria embarcado nessa viagem.
Edge: Algumas das músicas extras do U2 acabaram fazendo parte do projeto, o que não era problema. Ninguém as entregou de má vontade ao Bono.

Adam: Havia algumas músicas do U2 e outras tantas que poderiam ter sido músicas do U2. Eram aqueles trabalhos atmosféricos, no meio-tempo que o U2 consegue criar com alguma facilidade. Conseguem ser até muito bonitas, mas são um tipo de música diferente dos discos de rock’n’roll que gostamos de fazer que conseguem conquistar a rádio e, talvez, mudar a nossa vida. Million Dollar Hotel demorou muito tempo pra ficar pronto. Foi muito bom para o Bono que finalmente o tivessem feito e que as pessoas o tivessem ido ver.
Bono: Million Dollar Hotel foi premiado no festival de cinema de Berlim, onde ganhou um Urso de Prata. O Steven Spielberg telefonou ao Wim e disse-lhe que aquilo era material para um Oscar. Nem todas as pessoas mostraram tanto entusiasmo. Fui ao Festival de Cinema de Sarajevo, onde o filme passou às 23h na praça da cidade. Estava uma noite formidável naquela cidade pela qual me apaixonei. Foi incrível ver The Million Dollar Hotel com 3.000 pessoas. Ao início, estava quente, mas depois, com o passar da noite, começou a ficar fresco. Algumas pessoas foram embora. Mais tarde, estava num café e um cara veio falar comigo e disse: “Bono, algumas foram embora antes de o filme acabar. Essas pessoas não prestam. Não percebem nada de cinema, nem sabem nada sobre Wim Wenders”. E eu disse: “O filme é muito longo, já era tarde, estava começando a ficar frio. Para ser honesto com você, eu mesmo teria ido embora”. Ele disse, “Não! Bono, essas pessoas, elas nem estavam em Saravejo quando houve o cerco, eles apenas vieram, essa gente não presta, eles não sabem nada sobre filmes, não sabem nada sobre Win Wenders, não sabem nada sobre Bono”. Eu disse: “E você, o que achou do filme?” E ele me disse: “Eu não sei não, eu fui embora na metade!” Isso é Saravejo. Mas ele disse na minha cara.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Bono, The Edge e Reeve Carney apresentam ao vivo a canção 'Rise Above 1'

Bono e The Edge fizeram sua primeira aparição tocando no programa American Idol, na grande final da temporada, que aconteceu no Teatro Nokia de Los Angeles.
Os dois integrantes do U2 tocaram a canção "Rise Above 1", juntamente com Reeve Carney, o cantor/ator que interpreta Peter Parker na produção da Broadway. A canção é o primeiro single de "Spider-Man: Turn Off The Dark", gravação do elenco.

"Rise Above 1" foi lançada como um single digital para coincidir com a performance ao vivo.

O álbum com a trilha completa do musical sairá em breve. Com 14 novas faixas, o disco foi produzido pelo colaborador de longos anos do U2, Steve Lillywhite. Gravado pelo talentoso elenco da produção da Broadway, este álbum também apresentará a versão single de "Rise Above". A trilha sonora foi composta pela dupla Bono e The Edge.
Ouça a versão de estúdio de canção:
Aliás, a presença do vocalista e do guitarrista do U2 no programa marcou o quinto ano consecutivo que o U2 teve algum tipo de presença ou associação com o American Idol.

20° Aniversário: The Achtung Baby Working Tapes DAT1

A principal diferença entre o conjunto de 7 CD'S e o conjunto em 3 CD'S, é a adição de um CD com 5 faixas, uma versão demo de "Tryin 'To Throw Your Arms Around The World", e a complementação do material com três cd's trazendo faixas com gravações de loops de bateria e teste com sintetizadores.
Vale lembrar que Bono admitiu que ele próprio comprou uma cópia do conjunto de 3 CD'S deste material. E este material era vendido à preço de ouro.
DAT 1:

01. Salome {DAT1 TAKE01} [5:53]
Essa música deve ter sido a mais difícil no quesito evolução, já que há mais takes dela nestas gravações, do que de qualquer outra canção. A letra dela é muito parecida com a versão final de 'Salome' (Lado B do CD Single de 'Even Better Than The Real Thing'). Ao que parece, nestas sessões ela tinha o título de 'Got To Get Together Now', mas nos bootlegs ela já saiu com o nome 'Salome', por ser de mais fácil identificação. A linha de baixo nela deu origem à outra canção do U2: 'Zoo Station'.
Apareceu também em bootlegs como o título de 'High As A Kite'.

02. Where Did It All Go Wrong? {DAT1 TAKE02} [4:07]

Nesta, todos os quatro membros do U2 mantém um ritmo frenético, resultando em uma rápida e difícil condução da música, mas que soa bem! É muito repetitiva. O refrão deste take não traz a frase do título da canção.
Quando foi finalizada, entrou como Lado B com este mesmo título, no single de 'Even Better Than Real Thing', citada como uma versão demo trabalhada no STS Studios em Dublin, em julho de 1990. Ou seja, após ainda estes takes ensaiados no Hansa Studios.

03. Where Did It All Go Wrong? {DAT1 TAKE03} [3:44]
Um take melhor trabalhado, mais compacto. Traz mudanças no início da letra em relação ao take anterior: "did you get it? did you need it? did you really get what you wanted?". O refrão agora traz a frase do título da música.
Ela apareceu em alguns bootlegs com o título de 'Did You Wanna'.

04. Heaven And Hell {DAT1 TAKE04} [6:39]

Canção inédita trabalhada nas sessões do Hansa em 1990. Balada, com adição de um som de orgão bem notável. Durante a execução da canção, Bono vai pedindo um 'F', que é a nota à ser tocada.
Aos 4:24, Bono diz: "The organ, just organ". Então um solo com baixo, guitarra, bateria e orgão segue. Aos 5:36, Bono novamente diz "Organ" e apenas o som do orgão permanece. Ao fundo, Bono avisa: 'Desta vez, quando nós entramos, eu quero silêncio. Não a bateria, mas todos os outros."
Se o U2 tiver um take bem trabalhado desta canção, ela vira forte candidata para ser lançada oficialmente na edição comemorativa de 20 anos do álbum 'Achtung Baby'.

05. Doctor Doctor {DAT1 TAKE05} [2:34]
Utilizando-se da mesma base instrumental de 'Heaven And Hell', aqui Bono canta uma letra totalmente diferente. O orgão aqui não foi tão destacado, a introdução instrumental foi modificada e a levada dela é mais rápida que 'Heaven And Hell'.
A música pula em 1:47, dá um fade out e some em 1:51, e volta à 1:55, até seu final em 2:35.
Assim como sua 'irmã' Heaven And Hell, nunca foi aproveitada pelo U2.

06. Jitterbug Baby {DAT1 TAKE06} [3:53]

Foi aqui que Bono começou a brincar com a voz de "Fat Lady", que ele imortalizou mais tarde na gravação de 'Lemon', em 1993.
Esta curiosa e inédita canção tem excesso de reverb sobre Bono e Edge. E o riff de guitarra de Edge foi readaptado para ser utilizado na canção 'The Fly'.
Funciona como uma 'jam', as palavras cantadas por Bono se perdem no volume da mixagem e alguns elementos no fundo da canção foram depois utilizados na versão final de 'Lady With The Spinning Head'.
Jitterbug pode ser usado como um substantivo para se referir a um dançarino de swing ou vários tipos de danças de swing. Isso explica o 'swing' da canção e o tom de voz de Bono ao cantá-la.

07. Salomé {DAT1 TAKE07} [9:10]
Este take é curioso. O U2 pegou a canção que estavam trabalhando com o título de 'Got To Get Together Now', e tentaram transformá-la em uma outra canção completamente diferente, saindo daqueles takes cansativos trazendo a palavra Salome repetidas vezes.
Deixaram a canção em um ritmo mais lento, menos poluída sonoramente, com a parte instrumental mais bem trabalhada. Edge improvisa muito mais nesta gravação.
Este take traz efeitos de som que foram utilizados mais tarde em 'Zoo Station'.
Em 05:31 Bono canta algo que faz Larry acelerar as batidas, e por causa disso The Edge também altera sua melodia de guitarra. Bono logo avisa: "Nós estamos indo para o F, descendo para a F", alterando o ritmo da canção. Bono pede mais uma mudança: "Mi menor".
A canção vai tomando forma e em 7:55 Bono diz: "Isso é realmente uma grande coisa, Larry Mullen".

08. Salomé {DAT1 TAKE08} [5:30]

O início deste take (que volta a ser Salome) soa como uma versão remixada da canção. Uma introdução mais tribal, uma versão mais radical, para estimular a criatividade da banda. A frase 'Got To Get Together Now' ainda é utilizada aqui.
Este take, diferente dos outros, foi mixado e em sua produção foram inseridos diversos loops e sons variados.
A evolução desta canção para 'Zoo Station', fica muito mais evidente aqui, especialmente quando Edge resolve distorcer o som da guitarra. E para sacramentar esse 'embrião', ao longo da canção se ouve aqueles loops de sons de sinos, presentes em 'Zoo Station'

09. Sunset In Colors {DAT1 TAKE09} [8:45]
Uma melodia sem compromisso, em sua maior parte instrumental, com um som bastante nítido.
The Edge se destaca na guitarra, acompanhado por Adam no baixo e Larry na bateria. Bono surge para cantá-la aos 04:00 e logo pede: "Eu ainda não consigo ouvir minha voz. Pode aumentá-la? Sim, bom ... um pouco de reverb?
Permanece inédita.

10. Chances Away {DAT1 TAKE10/TAKE11} [7:39]
Canção demo onde Bono canta alguns pedaços da letra de 'Take You Down', uma música que faz parte dessas sessões do Hansa.
Esta sequência de takes deram origem à canção 'Until The End Of The World'. O riff de guitarra clássico de Edge aparece nesta gravação, ainda que de forma 'acanhada', sem aquela agressividade imposta por ele na versão de estúdio.
Em certo momento da canção, Bono diz: "Adam, ande ao redor até que você ouça a bateria. Você sabe os acordes até agora. É a mesma coisa...".

11. I Feel Free {DAT1 TAKE12} [6:32]

Nesta demo evoluída de 'Chances Away', Bono e Edge dividem os vocais. Adam Clayton já mostra na introdução a sua linha de baixo que seria utilizada em 'Until The End Of The World'. E aquele riff clássico de guitarra de Edge aqui já aparece tomando forma, com os efeitos no pedal muito próximos à versão original da canção.
Larry Mullen neste take também toca bateria de uma forma mais crua, assim como na versão de estúdio de 'Until The End Of The World', que aqui já começava a ganhar forma......

12. I Feel Free {DAT01 TAKE01} [4:27]
Neste take, Edge testa a distorção da sua guitarra logo de início. E Bono, assim como em 'Jitterbug Baby', afina seus gritos de 'Fat Lady' e grita "i feel free" no refrão.
O riff de guitarra de 'Until The End Of The World' está presente ao longo de toda a canção.
Saiu como 'Soul Preacher', em um bootleg de gravações do Hansa.

13. Sweet Baby Jane {DAT2 TAKE02} [2:01]

Bono inicia o primeiro verso à capella (com direito a uma engasgada dele ou da fita DAT), e o som de guitarra de Edge que entra logo após, é idêntico ao tocado por ele na gravação de 'Mothers Of The Disappeared', do álbum de 1987, 'The Joshua Tree'. Adam toca baixo e Larry não participa da gravação desta demo, que nunca foi lançada pelo U2.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

U2 homenageia Bob Dylan em show da turnê 360° em Salt Lake City

Antes do início do show em Salt Lake City, o setlist que seria tocado pelo U2 no show pela turnê 360°, apareceu impresso na internet.
Mas como Bono sempre tem ideias de última hora, a banda fez uma leve modificação e o show contou com um trecho da canção 'Love Rescue Me'.

Depois, Bono levou a multidão à cantar Feliz Aniversário para Bob Dylan, em homenagem ao seu aniversário de 70 anos, e além de 'Love Rescue Me' (que foi co-escrita por Dylan juntamente com o U2), a introdução de 'Where The Streets Have No Name' trouxe dois trechos de canções de Dylan: Blowin' In The Wind e The Times, They Are A-Changin'.

20° Aniversário: The Achtung Baby Working Tapes - Introdução

No inverno de 1990, o U2 estava trabalhando nos estúdios de gravação Hansa Ton em Berlim, Alemanha. O resultado final deste esforço seria o lançamento de seu próximo álbum em novembro de 1991, chamado 'Achtung Baby'. No entanto, em Dezembro de 1990 o novo álbum era uma incógnita, porque o U2 (ao contrário da maioria das outras bandas) entrou no estúdio com quase nenhuma letra e pouquíssimas ideias de composição.
O U2 quis entrar em estúdio para começar a criar e registrar essas ideias. Eles buscaram inspirações para juntos tocarem essas novas canções. Eram os quatro integrantes juntos improvisando em torno de uma idéia básica, ou riff criado na hora. Com todas essas "jams" ocorrendo em um estúdio de gravação, mesmo a mais simples das idéias estavam sendo registradas em fitas. As partes mais interessantes destas fitas foram então editadas e compiladas em "fitas de trabalho" gravadas em cassetes DAT (Digital Audio Tape). Fitas dessa natureza foram usadas ​​para armazenar as ideias para as futuras canções, e também seria um meio de Brian Eno e os outros envolvidos na produção do álbum, de ouvirem o progresso da banda e fazer sugestões sobre as músicas.
Em abril de 1991, foi anunciado que as tais fitas DAT tinham sido roubadas e ido parar nas mãos de 'bootleggers (uma espécie de contrabandistas de áudio no mercado negro). Logo, as "fitas de trabalho" do U2 com as gravações foram lançadas de diferentes maneiras:
Maio de 1991 - THE NEW U2: REHEARSALS AND FULL VERSIONS
Foi a estréia da versão prensada das sessões de estúdio. Disponível apenas em vinil, em dois volumes separados como álbum duplo. As capas eram idênticas, exceto pelas cores das letras. Uma capa mostrava letras da cor prata, enquanto a outra era dourada. Nesta prensagem, os dois lp's da capa com a cor prata eram idênticos. Ou seja, foram lançados quatro LP's, mas apenas três LP's com material inédito.

Junho de 1991 - THE NEW U2: REHEARSALS AND FULL VERSIONS
Foi amplamente divulgado que os discos tinham sido presandos novamente, mas desta vez sem a duplicação entre os LP's. Com essa correção, então haviam naquele momento quatro LP's de material inédito.

Novembro de 1991 - THE NEW U2: REHEARSALS AND FULL VERSIONS
Desta vez, a prensagem foi relançada como um box contendo 5 LP's. Surpreendentemente, não houve duplicação em nenhum dos discos. Todos estes LP's foram prensados em vinil translúcido, em azul ou verde (houve rumores de algumas prensagens na cor rosa). Havia agora 5 LP's de material disponível, que alcançou uma duração impressionante de 3 horas, 27 minutos e 28 segundos de material inédito do U2.

Fevereiro de 1992 - SALOME: THE [AXTUNG BEIBI] OUTTAKES
Esta foi a versão que havia sido considerada 'muito quente' para ser prensada. As consideradas completas 3 horas e 30 minutos do material roubado foram então disponibilizados em 3 CD'S. Uma vez que estes CD's foram masterizados a partir das gravações originais DAT, não há perda de qualidade entre as fitas originais de trabalho e estes CD's. Assim, a qualidade do som é muito superior à do LP. O título (Salomé) acreditava-se ter sido um título de trabalho utilizado durante as sessões de gravação, mas não estava claro à qual canção isso fazia referência.
Com estes lançamentos piratas, o U2 encontrou-se na posição ambígua de ser
"A primeira grande banda a ter sessões de estúdio disponibilizadas antes do produto final ser finalizado e lançado."
O empresário do U2 reagiu à esses bootlegs com um comunicado à imprensa acusando os contrabandistas de enganar os fãs, por estarem disponibilizando à eles um material inferior. Ele também afirmou que o produto final tinha evoluído demais daquilo que estava sendo ilegalmente distribuído.
Independentemente do polido e superior material finalizado e lançado como o álbum 'Achtung Baby', tudo isso que pode ser encontrado nestes bootlegs é fascinante.
O aspecto mais convincente sobre o material dos bootlegs é que oferecem versões alternativas de faixas encontradas no registro terminado, e também revela como foi o processo de composição do álbum, o trabalho em conjunto. E é claro, muitas canções que não estão presentes e não foram aproveitadas para o álbum "Achtung Baby".
Devido à natureza das gravações, os títulos reais das músicas são desconhecidos. Então diversos títulos diferentes aparecem em cada lançamento deste material, e também diversas ordens diferentes de execução para cada disco. Mas a grande maioria dos títulos dessas demos, outtakes e raridades que foram batizadas por fãs, tem uma coerência com o título das canções oficiais lançadas posteriormente em 'Achtung Baby' e também nos singles para o álbum.


O que já era bom, ficou ainda melhor quando anos mais tarde, apareceu no mercado alternativo uma coleção com 7 CD'S chamada "U2 Hansa Ton Salome (Achtung Baby! Outtakes 1990/1991) Complete", com o material roubado na íntegra, contendo impressionantes 7 horas de gravações do U2 em estúdio. O dobro de tempo do que tinha sido compilado no CD triplo lançado em 1992.
Quer saber tudo sobre estas gravações? É só acompanhar aqui!

Sony transmitirá ao vivo para o Brasil a final do American Idol, que contará com a presença de Bono e The Edge

Grandes talentos saíram das várias edições do American Idol: Kelly Clarkson, Carrie Underwood, Adam Lambert, entre outros, que fizeram desse programa um sucesso de audiência no exterior.
Dessa vez o público brasileiro terá o prazer de assistir a grande final do programa, que acontecerá hoje a noite, 25 de maio, ao vivo!
O canal Sony Entertainment Television irá, pela primeira vez, transmitir a festa, que começará às 20 horas com a apresentação dos dois grandes finalistas e, depois, a transmissão em tempo real da grande decisão que revelará o vencedor dessa edição do programa. Já na internet, quem quiser acompanhar as informações pelo Twitter, será usada a hashtag #AmericanIdolAoVivo durante a transmissão da final.
Entre os jurados desse ano, estiveram presentes Jennifer Lopez, Steve Tyler, Randy Jackson e Ryan Secreast, além da participação mais que especial de Lady Gaga e Black Eyed Peas.
Os fãs do U2 já comemoram a participação ao vivo de Reeve Carney, Bono e The Edge interpretando "Rise Above", canção do musical 'Spider-Man: Turn Off The Dark'.
Para quem perder, no domingo seguinte, haverá a reprise legendado da grande final do programa.

For love or money, money, money, money: U2 é a banda mais bem paga com 195 milhões de dólares em um ano

O U2 lucrou muito mais em um ano que Lady Gaga, Jay-Z e o country Toby Keith juntos. Segundo a revista "Forbes" o U2 arrecadou em um ano 195 milhões de dólares, sendo que 33 milhões foram arrecados em sua passagem por São Paulo com a turnê 360°. Isso faz da banda uma das mais bem pagas do cenário musical.
A turnê arrasta 90 mil fãs por noite, e já é a mais lucrativa de todos os tempos. E segundo a revista, quando ela terminar, pode ter um lucro de 700 milhões, e levará os Rolling Stones ao segundo lugar da lista.
A segunda colocação dos mais bem pagos ficou para Bon Jovi que arrecadou 125 milhões de dólares no período de 12 meses, arrastando 34 mil fãs por apresentação.

Do site: www.sidneyrezende.com 

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...